> Porque Heretic é um dos melhores FPS da velha guarda - Rei dos Games!

sábado, 28 de dezembro de 2019

Porque Heretic é um dos melhores FPS da velha guarda


Para quem jogava nos PCs a muito tempo atrás, quando os FPS eram ainda conhecidos como 'Clones de Doom'. Uma versão "medieval" do famoso jogo da ID foi publicado. Em vez de controlar um soldado futurista tendo que enfrentar hordas de demônios, aqui você controla um elfo chamado Corvus, e seus adversários consistiam em várias criaturas mitológicas em um mundo de fantasia medieval. 

O jogo foi publicado pela Raven Software e distribuído pela própria Id ainda em 1994, mas mesmo que use a mesma engine de Doom, temos algumas melhorias. Para começar, foi aqui que tivemos o primeiro jogo de tiro (pelo que eu me lembre) a ter um inventário. O jogador levaria alguns itens como poções de cura, "grimórios" e outros - podendo escolher usá-los na hora em que achar mais apropriado. O mesmo sistema foi usado no jogo Unreal, cujo também já falamos dele aqui no blog.

Para fazer essa análise, vou dizer um pouco sobre minha experiência sobre o jogo e os detalhes sobre a história, vou deixar a cargo do canal do videogame.


Minha primeira experiência com Heretic foi após conhecer Doom. Naquele tempo, tinha apenas em mãos a versão shareware do jogo (na qual, tínhamos apenas o primeiro capítulo para jogar gratuitamente) e após jogar muito Doom desta forma, tivemos a sorte de baixar na internet Heretic - que a princípio, parecia ser um 'doom medieval'. 

Anos mais tarde, através de programas como Zadronum - tive a oportunidade de jogá-lo e finaliza-lo (através de uma versão pirata). Mas como desejava obter a versão original do mesmo - optei em jogar os 3 primeiros capítulos e me divertir com os dois extras assim quando tivesse a versão original do jogo. Sei que não preciso falar isso aqui, mas recomendo que você compre a versão licenciada. Pois todos os jogos que analisamos aqui no blog - compramos e zeramos para dar nosso veredito. Com a versão legal em mãos, você pode usar programas como Zadronum para jogar online com amigos...

Falo isso porque joguei tanto a versão pirata como a original na Steam. É claro que se falando de Doom ou jogos que levam a mesma engine, os mesmos são separados pela WAD - o que significa que não há diferença se você jogar pelo zadronum ou pelo jogo original (que é emulado pelo dosbox e vendido na Steam) mas para mim, o charme da versão de Dos consiste na mesma experiência que tive quando mais novo, o que não acontece quando emulo em um port mais avançado (mesmo que seja em HD).


Além disso, na versão original você tem acesso a nuvem. Ou seja, por mais que precise formatar o computador ou perca os arquivos, seu save estará lá para ser usado. O que não acontece com uma versão baixada da internet! Mas se você nunca jogou Heretic, vou te dizer em poucas palavras porque ele é tão bom!

Para começar, os monstros não são parecidos com o jogo supremo da Id. Temos sim, criaturas parecidas como demônios, mas nenhum dele é similar ou se comporta como os monstros em Doom. E alguns ainda dropam munição para as armas mágicas do personagem caso morram de uma maneira mais grave. É certo que alguns ainda caiam na porrada entre si, mas não chega ser igual aos demônios de Doom. Aqui temos golens, magos, lich's e monstros totalmente originais.


As armas também possuem seu próprio charme e diferente do carro chefe da Id na época, a arma inicial não costuma ser um peso (como a pistola em Doom). Aqui, o báculo que você usa será utilizado várias vezes durante a campanha - mas algumas armas parecem uma versão 'medieval' daquelas usadas pelo Marina... mas funcionam de forma única.

O ambiente é bem feito e o mapa que o jogador acessa para se guiar, é claro e bem mais eficiente que no jogos anteriores da empresa; Infelizmente, a versão Steam como é emulada pelo DosBox, não tem como jogar multiplayer - mas tenha a certeza que de que o jogo é ótimo sendo jogado solo. E com a versão original, você pode usar seu WAD para jogar online com amigos através do Zadronum ou outros 'emuladores de doom' que permitem essa opção.


As fases possuem o mesmo mecanismo de Doom: aqui você precisa encontrar chaves para abrir portas. Alguns lugares são abertos apertando certo mecanismos, mas vale lembrar uma curiosidade que achei engraçada. Por se tratar da engine melhorada de Doom, os desenvolvedores não modificaram as portas, ou seja, você chega nas portas de madeira e ao apertar espaço, elas sobem que nem se fosse um portão futurista - o que não faz sentido nenhum - mas você se acostuma.

Alguns pontos você chega a ser surpreendido pelos monstros, mas não tem a mesma apelação que em Doom - onde você pega um item, as paredes se abrem e aparecem vários demônios para te matar. Mas mesmo não sendo dessa forma, é um jogo matador. Uma vez que jogando na versão normal, existem fases com mais de cem adversários.

Como tenho tanto os jogos clássicos do Doom, quanto Heretic na Steam. Vale citar uma diferença: nesse jogo não tem o port para jogar com Mouse e as teclas A,W, S, D - obrigando o jogador se divertir apenas com a configuração de teclado clássica. Você pode até usar o mouse, mas usar as setas sem o A,W,S,D soa um pouco estranho. Lembrando que nos jogos de Doom, você pode optar pelo "mod do mouse" ou os controles clássicos (menos o Master Levels Doom 2 - que o uso do mouse e o A,W,S,D é obrigatório!)

Quem jogou Ultimate Doom, vai achar muito parecido o sistema de fases. Pois a cada estágio completado, o jogo mostra em um mapa a localização do personagem. Além de, é claro, o jogo ser dividido em capítulos.


A primeira versão de Heretic, era dividida em três capítulos. Só que mais tarde, uma nova versão chamada Heretic: Shadow of The Serpent Riders, incluiu mais dois capítulos - mas que não fazem parte da história. E é essa versão que está sendo vendida na Steam por 9 reais (um bom preço ao meu ver!) Mas caso você queira se interessar por uma versão que tem toda a história dos "cavaleiros da serpente" (que será explicada no vídeo abaixo), poderá comprar todos os jogos da série a 20 reais - cujo contém Heretic, Hexen, uma expansão para Hexen e Hexen 2. Todos são bons jogos e foi essa versão que eu comprei! 


Agora, se nunca ouviu falar em Heretic ou quer mais detalhes visuais do jogo, além de explicações sobre a história e monstros. Prepare-se para assistir este pequeno documentário produzido pelo canal do videogame.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre Nós

Rei dos Games


Rei dos Games é um site destinado a falar tudo sobre videogames (jogos antigos), RPGs de mesa e board games. Além disso, trazemos tutoriais, dicas, cheats de quem realmente experimentou essas mídias, trazendo também boas recomendações.


Rei dos Games é o único blog dedicado a três tipos de jogos diferentes (eletrônicos, de tabuleiro e RPGs). Se você quer conhecer bons jogos para brincar, este é o lugar certo.


Postamos recentemente

recentposts

Aleatório

randomposts