> Quake Mission Pack 2: Dissolution of Eternity - Rei dos Games!

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020

Quake Mission Pack 2: Dissolution of Eternity

Foto: Divulgação ID Software.
Hoje vamos falar um pouco sobre a segunda e última expansão do clássico Quake 1. Quake Mission Pack 2: Dissolution of Eternity ("Dissolução da Eternidade") foi uma expansão lançada nos EUA no dia 31 de Março de 1997. A propósito, essa expansão foi lançada exatamente um mês depois do lançamento da primeira expansão, Scourge of Armagon.

A história também é uma continuação da primeira expansão. Após derrotar Amagon (o chefe da primeira expansão), o herói precisará terá que mudar o curso do tempo para invadir que mal domine sobre a Terra. O jogo tem algumas mudanças em relação a expansão anterior, mas mantém o esquema de armadilhas nas fases e alguns puzzles com cenário.

O que foi retirado de Scourg of Amagon na nova expansão

Em relação a primeira expansão, os itens Corneta de Chifre, Anel de Invisibilidade foram retirados. A Roupa de Mergulho e o Escudo foram mantidos. Também foram retirados as novas armas da primeira expansão, como o Martelo Mjolnir, Canhão Laser e A segunda versão da Arma de Minas. Aliás, a arma que dispara minas tem uma variante com uma nova função: ao invés de disparar uma arma que gruda na parede, ela se multiplica em outros fragmentos que explodem ao mesmo tempo, provocando muito mais dano.

E por falar em monstros, todos os monstros da expansão anterior foram REMOVIDOS. De resto, não temos praticamente nada da expansão anterior, com excessão do Escudo.

Adições novas em Quake Mission Pack 2: Dissolution of Eternity:

Novas Armas:
  • Armas de Lava: as armas 4, 5 e 7 possuem duas versões. A com tiros normais, e com tiros de arma. Ambas "ligam" e "desligam", alternando o tiro comum e o tiro de lava.
  • Relâmpago Plasma: existe também uma versão mais poderosa da Arma 8, que dispara uma bola de raio, se transformando em um raio para pegar quaisquer inimigos perto.
Novos Equipamentos:
  • Cinto Antigravidade: muda a gravidade do jogo, podendo fazer o personagem pular mais alto, mas não com tanta precisão.
  • Esfera da Vingança: disponível apenas na versão Multijogador.
Novos Monstros:
  • Dragão: o chefe do jogo.
  • Overlord: um dos monstros mais chatos, que dispara uma bola de espinho vermelha teleguiada que explode quando entra em contato com você. Ao morrer, ele também explode, provocando dano. Um dos monstros mais chatos desta versão.
  • Guardiões do Quake: uma espécie de Faraós que disparam raios lasers mortais.
  • Hefestos: versões menores do chefe do primeiro capítulo do original Quake 1.
  • Múmia: versões mais poderosas dos Zumbis de Quake.
  • Sumo Sacerdote do Quake: como os Guardiões do Quake, mas com roupagem maia.
Gameplay do jogo e minhas impressões

O jogo começa da mesma maneira do que o jogo original: podendo escolher o capítulo e a dificuldade antes da partida. As fases são bastante elaboradas. Gostei. Vale lembrar que você NÃO PRECISA do Quake 1 original, e o jogo funciona mesmo em computadores mais antigos. O gameplay oferece uma média de 8h de jogo para zerar, duas horas a menos que o primeiro.

Quake Mission Pack 2: Dissolution of Eternity na Steam (R$7,99)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre Nós

Rei dos Games


Rei dos Games é um site destinado a falar tudo sobre videogames (jogos antigos), RPGs de mesa e board games. Além disso, trazemos tutoriais, dicas, cheats de quem realmente experimentou essas mídias, trazendo também boas recomendações.


Rei dos Games é o único blog dedicado a três tipos de jogos diferentes (eletrônicos, de tabuleiro e RPGs). Se você quer conhecer bons jogos para brincar, este é o lugar certo.


Postamos recentemente

recentposts

Aleatório

randomposts