> O interessante, viciante e desafiador Downwell - Rei dos Games!

terça-feira, 17 de novembro de 2020

O interessante, viciante e desafiador Downwell

Downwell é um jogo barato (custa em média míseros R$6), mas que pode trazer horas de diversão e desafios frenéticos. Demorei cerca de 15h para finalmente poder zerar esse game para trazer essa resenha para vocês, e vou dizer: que joguinho (viciante, e põe viciante nisso) e desafiador!

Já adianto: se você é um gamer-nutella de hoje, fique longe desse game! Downwell é um jogo simples de apenas quatro fases, mas você vai morrer, morrer, morrer, cansar de morrer e voltar do início para poder chegar até a fase final. O desafio move a vontade de jogar Downwell. A princípio, parecia que não passaria da primeira fase, mas a medida que você vai morrendo e conhecendo as fases, você vai ficando esperto no jogo.

Ao que parece, Downwell começou como um simples jogo de celular, mas que devido ao seu sucesso, acabou sendo transportado para diversas plataformas (como videogames e PC). A versão que eu tenho (e estou resenhando) é a versão da Steam. O jogo está em bom português e você só usa 3 botões: os direcionais ESQUERDA e DIREITA do teclado (para mover o Personagem de um lado para o outro), e o botão ESPAÇO, para usar o tiro do Personagem.

Em Downwell, não há história alguma, levando o jogador direto para a ação (no final desse post, falo o final do game, com spoiler mesmo). Na tela inicial do game, o personagem desce por um abismo. Mas ele não cai para sempre: há plataformas onde o Personagem pode ficar após cair, bem como outras que são destruídas com seus próprios tiros. A maioria dos monstros podem ser mortos caindo em cima (apenas monstros de fogo e monstros com espinhos lhe oferecem dano), mas todos morrem tacando tiros neles. Todos os monstros lhe dão pedras vermelhas, que são usadas para a compra de equipamentos, que podem ser Energia (quantos tiros o Personagem pode dar de uma vez) ou Pontos de Vida extras. Além disso, existe uma barrinha branca de quatro partes: caso não tenha levado dano, cada PV recuperado é colocado naquela barrinha, e quando completa, o Personagem ganha +1 PV extra, aumentando seu limite inicial.


Em todas as fases há passagens especiais que devem ser visitadas pelo Personagem: essas entradas oferecem mais pedras vermelhas, bem como novos tiros. Cada tiro tem sua própria propriedade. Além disso, em alguns casos, essas passagens também tem Pontos de Vida (que neste caso, também mudam o tiro). Ao final de cada partida de Downwell, o Personagem transfere os pontos que ganhou para uma espécie de contador de XP,  que oferece novos estilos de jogo (vamos falar mais a frente sobre isso) e a mudança de cores no jogo.

A graça de Downwell vem de sua simplicidade. O jogo parece bem com os jogos antigos do Nintendo 8 bits (ou mesmo do GameBoy Color, um dos primeiros videogames portáteis do mundo!). Com os pontos que você ganha, também é disponível desbloquear (além dos estilos), cores novas para seu jogo. Assim sendo, ao invés do fundo preto e branco, temos um azul e branco, etc. Os estilos são uma particularidade do jogo, e eles definem como será seu jogo: gosto de usar o estilo pedregulho, que lhe oferece 6 PVs iniciais, mas você tem apenas 2 escolhas de power-ups (ao invés de três) ao passar de passe.



Ao passar de fase, o Personagem ganha automaticamente um power-up. Esse processo é todo aleatório. Alguns estilos aumentam ou diminuem o número de power-ups disponíveis para escolha, e eles só acontecem no fim de cada estágio. Independente do estilo usado, o Personagem ganha sempre o mesmo número de power-ups (1 por cada fase concluída). Cada power-up tem sua própria particularidade, e você pode montar uma certa estratégia com eles, quando conhece mais o jogo.

Existem cerca de 5 estágios, com cerca de 3 fases cada uma. 

1° Estágio: Caverna - Os níveis mais fáceis do jogo, apesar do jogador jogar com mais cautela aqui. Existem sapos, bolas de fogo, slimes voadores, morcegos e outras ameaças.

2° Estágio: Catacumba - Esqueletos que tacam ossos, crânios gigantes e crânios voadores comuns atacam por aqui, além de elementais do fogo e fantasmas que atravessam paredes.

3° Estágio: Aquífero - Fase aquática. Aqui você precisa manter o contador de fôlego para não morrer, pegando bolhas de ar. Tartarugas, piranhas e outras ameaças acontecem por aqui.

4° Estágio: Limbo - Aqui o Personagem enfrenta as chamas e elementais do fogo, em queda livre. Não existem plataformas para pisar, a não ser pedras que você quebra com a queda.

5° Estágio: Chefe Final - No último estágio, porém, só existe uma fase, que é o confronto geral contra o chefão, que é uma espécie de demônio alienígena do abismo boladão. Chorei para matá-lo, mas consegui!

No fim de Downwell, é desbloqueado um Modo Difícil, com muito mais traquinagens que o jogo normal, que demorei pelo menos 15 horas para chegar ao fim! No fim de tudo, você pega um gatinho no fundo do abismo, e leva para casa.

No fim das contas Downwell não é um jogo ruim. Apesar da dificuldade (ele não é tão difícil assim, mas é bastante desafiador), ele é um jogo divertido e VICIANTE. Você começa jogando e depois acaba perdendo horas jogando facinho!

Fico feliz por terminá-lo. Caso você queira comprar o game, ele está disponível na Steam por R$6 (na promoção, chega até R$2!).

Compre Downwell na Steam (R$6)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre Nós

Rei dos Games


Rei dos Games é um site destinado a falar tudo sobre videogames (jogos antigos), RPGs de mesa e board games. Além disso, trazemos tutoriais, dicas, cheats de quem realmente experimentou essas mídias, trazendo também boas recomendações.


Rei dos Games é o único blog dedicado a três tipos de jogos diferentes (eletrônicos, de tabuleiro e RPGs). Se você quer conhecer bons jogos para brincar, este é o lugar certo.


Postamos recentemente

recentposts

Aleatório

randomposts