terça-feira, 25 de junho de 2019

Dofus: o MMO tático e um dos maiores RPGs da história


Para quem gosta do gênero e curtiu jogos como Ragnarok, Perfect World, Grand Chase, Lineage e outros MMORPGs que fizeram bastante sucesso no início deste século, talvez tenham passado despercebido acerca do jogo Dofus: um entre outros RPGs por assinatura que continua vivo até hoje e possui uma comunidade fiel ao redor do mundo. 

O título dessa matéria vem apresentar não só o jogo em si, como também, falar a cerca do seu universo e algumas de minhas experiências. Lembrando que por se tratar de um jogo de assinatura, ele permite que você jogue grátis para conhecê-lo e isso pode levar bastante tempo até que você queira ou não, 'pagar para jogar.' (isso eu vou falar mais para frente, então preste atenção).


O meu interesse por Dofus veio na época das lan-houses, naquele tempo, não tinha um computador e minha alegria era nos fins de semana para passar minhas tardes jogando Ragnarok e Grand Chase. Mas, ainda no início da "era dos RPGs online" ouvi falar de um jogo por assinatura que me chamou atenção: Dofus. Mas como era vagabundo, nem cheguei a me arriscar e tentar saber o que era. Lembro que a LevelUp! naquele tempo era realmente 'poderosa' e tinha trazido o jogo para o Brasil assim como Ragnarok e outros que eu curti, mas que por falta de espaço para o mesmo, os deixou na mão da própria produtora. Cujo administra o jogo até hoje!


Diferente dos outros MMO, em Dofus o combate é tático. Já jogou Final Fantasy Tatitcs, Shining Force ou Disgaea? Se já, tudo vai ser familiar. Aqui o jogador clica no monstro desejado (que acima mostra seu nível e quantos estão com ele) que logo o personagem será transportado para uma arena correspondente ao mapa, iniciando a trégua. Cada um tem um número de pontos de movimento e pontos de ação (feito para atacar ou realizar feitiços) - o que é mais próximo de um RPG de mesa e que na minha opinião, se tornou o meu RPG online preferido entre todos. O mesmo acontece quando o jogador está em grupo, cada um tem sua ação e é isso que torna as coisas interessantes - pois parece que está num combate de D&D online.

As classes possuem nomes estranhos e fogem do costumeiro mago, guerreiro, ladino, etc. Aqui temos coisas como Eliatrop ou Zobal. Cada uma com poderes próprios que são ganhos na medida em que avança de nível com experiência. São inúmeros feitiços e eles também são melhorados na medida em que o personagem fica mais poderoso, mas a sua variedade e o estilo de combate tiram a mesmice dos rpgs online convencionais (que é usa poção, clica na magia ou na habilidade e pronto!) O jogador deve pensar (principalmente se estiver em grupo) para não ferrar com a estratégia e as vezes, por uma ação errada, deixar tudo a perder.


As classes também representam as raças, sendo que cada uma já tem o seu deus e seu templo. (O jogo oferece missões e os jogadores podem ler livros sobre a história do 'Mundo dos Doze' - como é conhecido o mundo de Dofus). Aliás, história é que não falta aqui! Mesmo aqueles que joguem sem gastar nada, limitando-se a uma região do mundo - vão encontrar muita coisa para fazer. Existem missões detalhadas que levam um personagem a um ponto para conversar com NPC e outras até que são preciso apertar certos mecanismos secretos para se acessar alguns locais. (Por sorte, existe um Wikia na internet que revela as missões em que você poderá ficar perdido).

Diferente de um rpg online convencional, em Dofus tudo é meramente detalhado. As história contidas em livros, possuem páginas e são bem escritas (o que poderia render um bom rpg de mesa) e neste mundo como vem atualizado desde 2004, vamos imaginar que ele está imensuravelmente enorme, o que explica uma assinatura (vou falar mais delas adiante!). O jogador é livre para explorar o mundo da sua maneira, assim como um aventureiro viajante em um mundo medieval, colhendo itens preciosos para fazer sua 'vida online'.

Vida online? Sim. Aqui você não é só um aventureiro atrás de xp! Você tem total liberdade de explorar o mundo e criar seus próprios objetivos. Você pode inclusive, comprar sua própria casa! (para isso, deverá ser assinante, nem tudo é perfeito). Mas, você pode colher recursos como madeira, ferro, pescar, etc. Esses são administrados por perícias específicas que todo personagem do jogo já começa: as profissões.

Na área inicial, você aprende tudo isso. Chegando numa árvore, você precisa apenas clicar com o mouse para o personagem colher madeira, a mesma coisa com ferro, trigo e diversos itens a serem colhidos. Cada vez que você faz algo sobre determinada profissão (como por exemplo, colher ferro) isso dará xp para a mesma, o que permite colher itens que exijam mais níveis naquela profissão. Cada item mostra o nível de profissão exigido para ser colhido... e a fusão deles serve para construir amuletos, armaduras e até poções de cura.


Pensa num jogo com muitos itens... sim, Dofus é um dos RPGs com mais variedade de itens. Eles são divididos em itens de recursos (como trigo, ferro...), equipamentos, itens de missões e consumíveis (que são poções, pães, etc.). As profissões possuem locais específicos para a construção desses itens, que são vendidos para outros jogadores quando você cria sua loja. AQUI VAI OUTRA NOVIDADE: em Dofus, quando você cria sua loja: você o faz NÃO ESTÃO ONLINE. Bem diferente dos outros jogos do gênero, em que você precisa deixar o pc ligado com o jogo aberto só para vender os itens. No jogo, você clica com o botão direito e seleciona a opção de personalizar sua loja,assim que está tudo certo, clique em modo Armazém que o jogo irá fechar sua conta, deixando seu avatar no servidor vendendo os itens, o que é genial.



Assim como nos RPGs online, há eventos que surgem locais novos no mundo e algumas novidades. 

Para você que quer apenas jogar de graça e acha que tem pouco conteúdo. Não. Quando comecei a jogar no 'modo observador' (é assim que o jogo se refere ao não-assinante), fiquei mais de 30 horas até voltar a jogar nesse ano (em 2016 não tinha dinheiro e estava conhecendo o game) só parei porque queria conhecer o mundo e por não assinar, os locais novos não me dariam itens e xp. (Sim, você pode acessar as áreas para os assinantes, mas sem lutar com ninguém ou colher itens, só vai andar e explorar sem aproveitar nada).

Para baixar o jogo, acesse: https://www.dofus.com/pt

Lá você poderá baixar e também assinar. Mas não se sinta pressionado a gastar seu dinheiro no início, comece jogando até ficar um pouco forte e poder explorar os locais para assinantes. Creio que você vai ficar horas e horas entretido até chegar no conteúdo vip. Também aqui não temos aquele negócio que alguns jogos online tem, em mostrar que está usando VIP e quem está jogando de graça. O máximo que vai encontrar, seria o nome do título do personagem acima do seu nome (um equipamento poderoso). Lembrando que o jogo também oferece uma moeda online para comprar itens exclusivos (mas não são aquelas coisas pay-to-win... fica bem longe disso)...


Ainda há coisas como coliseu e pvps entre jogadores. Isso eu não posso explicar porque tem uns quinze dias que comecei a jogar pra fazer e me tornar assinante. Mas como tinha mais de 30 horas jogando no conteúdo grátis e mais todo o tempo pro meu personagem novo, consegui dar o resumo das coisas para quem quiser jogar. Mas a matéria não para por aí, porque Dofus é um jogo incrivelmente grande e detalhado, mas não parou por aí.

Para aqueles que curtiram o anime do Ragnarok, mal sabem que Dofus tem séries animadas além de ter dado um filme no cinema (eu não consegui achar para assistir e nem para comprar), a relação dos nomes eu vou colocar abaixo. Como se todo esse universo fosse pouco, ainda existe uma continuação, um outro jogo ambientado 1000 anos depois chamado Wakfu: que possui as mesmas classes e jogabilidade parecida, mas que não te obriga a ser assinante. Pelo que eu entendi, os que assinam ganham benefícios de itens ou algo do tipo - mas todos podem jogar sem gastar nenhum centavo. Em Wakfu, o mundo está um pouco diferente do que encontramos em Dofus e seu sistema de combate possui leves modificações. Enquanto aqui passamos de mapa em mapa, na continuação do game a câmera o segue livremente.


Wakfu é um jogo do mesmo tamanho que o Dofus, então, prepare-se para a mesma complexidade do primeiro. Apesar de algumas coisas serem diferentes, é claro!

Wakfu possui uma série animada que já chegou na terceira temporada (no dia em que essa postagem foi escrita) e pode ser assistida na NetFlix. Ela conta a história do jogo e mostra de forma carismática, os personagens, monstros e classes. Eu mesmo por não ter jogado Wakfu, apenas em Dofus (mas peguei as informações de vídeo do  youtube e de pessoas que jogaram o game) vi que era o mesmo mundo do meu amado jogo. Incluindo os mesmos monstros e se quer conhecer esse universo e possui assinatura na NetFlix, bora lá assistir.


A arte de ambos os jogos são incríveis e o mais legal de tudo é que Dofus roda em qualquer pc. Se você tem aquele computador velho que só roda emulação de Mega Drive, pode instalar que ele rodará sem problemas! Eu mesmo em 2016 tinha um pc que não rodava nada, só Meguinha mesmo e rodava esse RPG online de boas - o que é ideal para aqueles que não tem um bom pc desfrutar de um ótimo RPG. Mas um aviso aos iniciantes: escolham a princípio, uma classe fácil. Pois existem classes com poderes complexos que podem deixar o iniciante a ver navios e com isso morrer...

O que me lembra dizer que quando seu personagem morre: ele volta para o Zaap (que são portais de tele-transporte que se encontram em vários lugares do mundo) cujo o jogador paga uma quantia em Kamas (moeda do jogo) para não ter que ficar andando no vasto Mundo dos Doze. O personagem tem uma quantidade de energia, que vai se gastando na medida que você morre. Se você morrer ao ponto de esgotá-la, virará um fantasma e deverá encontrar uma estátua de Fênix para poder ressuscita-lo (o que não é difícil, o ruim é você encontrar uma dessas estátuas bem longe de onde você quer ir e ter que anda um bocado por causa da sua "queda").


Existem vários planos de assinatura (até mesmo de 1 semana!) e o mais comum é o de 1 mês (que custa no dia em que essa postagem foi escrita: R$17,00), mas para os iniciantes, é recomendável comprar a assinatura do Kit do Iniciante (que custa R$15,00) oferecendo não só, um mês de assinatura, como também, um companheiro (NPCs que podem ser comprados com o cash do jogo e que aparecem junto do personagem como aliado de combate) o que me ajudou muito. Pois o companheiro dado pelo kit, chama-se Lupino e tem poderes de cura (já que em Dofus, NÃO SE PODE USAR POÇÕES EM COMBATE!)

É claro que assinando os pacotes de meses mais longos (como 3 meses de uma vez ou até um ano direto!) sai bem mais barato. Aqui eu comecei assinando por dois meses, pagando via boleto (que caiu em menos de 24 horas pelo internet baking) um kit do iniciante e uma assinatura mensal. (O que me permitiu ter dois meses com meu companheiro do kit do iniciante!) Então, a assinatura não é cara e vale muito a pena!


Dentre outras mídias que o jogo oferece, existe também um mangá (que não vou falar aqui porque não tenho informações, mas espere algo também grandioso da parte deles) e um jogo de tabuleiro chamado Krosmaster Arena, que é bastante viciante e que também escrevemos uma análise no blog!

Antigamente existia também uma versão pc online com integração com aqueles que jogam no tabuleiro. (o que significava que se eu comprasse um personagem separado para minha jogatina no tabuleiro, existia um código que o mesmo personagem vai para minha conta online). Mas essa opção foi descontinuada.


O Kromaster Arena 2.0 é traduzido em português e trazido para o Brasil pela Galápagos Jogos.

Se sentiu a vontade de conhecer esse universo, o que está esperando? Ah! Você quer que eu lhe explique porque o nome Dofus? Se eu fizer isso, vai estragar a sua aventura!!!!

Abaixo eu vou colocar algumas das mídias sobre o universo Dofus
  • Dofus, MMO 
  • Wakfu, continuação direta de Dofus
  • Kromaster Arena, jogo de tabuleiro baseado em Dofus/Wakfu
  • Wakfu série animada
  • Dofus: os tesouros de Kerubim (série protagonizada por um dos mais famosos NPCs do jogo)
  • Dofus Touch (uma versão do jogo para celular)
  • Dofus: Livro 1 Julieth (filme pro cinema)
Há também uma relação de livros e de HQs, mas acho que está bom para conhecer... :D 

Um comentário:

Sobre Nós

Rei dos Games


Rei dos Games é um site destinado a falar tudo sobre videogames (jogos antigos), RPGs de mesa e board games. Além disso, trazemos tutoriais, dicas, cheats de quem realmente experimentou essas mídias, trazendo também boas recomendações.


Rei dos Games é o único blog dedicado a três tipos de jogos diferentes (eletrônicos, de tabuleiro e RPGs). Se você quer conhecer bons jogos para brincar, este é o lugar certo.


Postamos recentemente

recentposts

Aleatório

randomposts