> Resident Evil 4: O jogo que REVOLUCIONOU a franquia Resident Evil - Rei dos Games!

sábado, 5 de dezembro de 2020

Resident Evil 4: O jogo que REVOLUCIONOU a franquia Resident Evil



Resident Evil é uma franquia de jogos de Survival Horror, lançada em 1996 pela Capcom para o console Playstation, além de outras plataformas. Talvez o jogo pararia por ali, se não fosse a total reformulação do jogo que veio no episódio 4.

Resident Evil 4 trouxe grandes mudanças na franquia, e talvez sem ele, ela não teria a força que ganhou com os novos jogos. Além de uma nova jogabilidade, o jogo mudou de um Survival Horror para um jogo de ação com horror, mantendo também seus aspectos principais das primeiras versões. Uma nova legião de fãs então surgiu a partir do Episódio 4. No nosso caso, tivemos primeiro contato com Resident Evil 4 - Zeebo Edition, que foi o jogo que compramos na época do nosso antigo videogame Zeebo. Eu já tinha zerado Resident Evil 3 do Playstation 1 e jogado um pouco de Code Veronica, mas a mudança que vimos em RE4 foi de grande importância para se interessar mais pela série.

Recentemente aqui no blog zeramos Resident Evil 5 Resident Evil 6, onde meu irmão trouxe ótimas resenhas sobre esses jogos. Usando esses games como parâmetro, gostaria um pouco de não apenas comparar a versão mais recente de Resident Evil 4 lançada (a versão HD, disponível na Steam, onde deixaremos o link no fim da matéria) mas também apontar as bases que encontrei que foram usadas em Resident Evil não apenas para moldar os jogos canônicos que viriam, mas outros da franquia, que existem diversos. Quem sabe não resenhamos todos eles por aqui?

Se você já tem o Resident Evil 5 (ou 6, ou ambos), fique atento porque a base da minha resenha será baseada primeiro na experiência que tive com a versão 4 na Steam, caso você queira comprá-lo. Eu joguei muito Resident Evil 4 no Zeebo e no Playstation 2, mas nunca tinha visto a versão de PC, até conseguir ela na Steam para, em seguida, trazer essa matéria para vocês. Se por acaso, conforme dito, você já tem outras versões de RE mais recente, vou usá-las como base para comparar com a versão de Resident Evil 4 HD Edition, da Steam.

Existem mudanças de jogabilidade em Resident Evil 4 x 5/6?!


Se você não jogou o Resident Evil 4, mas já jogou outros Resident Evil que estão na Steam (como 5 e 6, que uso como base aqui), vou listar as mudanças de jogabilidade entre as versões mais recentes com a de Resident Evil 4.

  • 1. A jogabilidade é meio travada: Em comparação com as versões 5 e 6, em Resident Evil 4 temos uma jogabilidade mais travada. No começo (para quem está acostumado com as demais versões) vai perceber que a câmera não centraliza como nos outros jogos, como em alguns casos Leon ficar parado ou andar em posição meio bugada. Esse é o problema que quem já jogou as demais versões tem quando pegar este jogo. Com o tempo, você se acostuma, mas é um problema que terás que enfrentar.
  • 2. A quantidade de inimigos é bem menor: Mesmo em ataques em massa, a quantidade de inimigos ao mesmo tempo é bem menor em RE4 do que nas demais versões. Vale lembrar que em RE5 e 6 temos um jogo cooperativo, e lançado com uma tecnologia mais avançada, o que permitia ter um jogo melhor.
  • 3. Quantidade máxima de Primeiros Socorros: Enquanto nas demais versões, você pode ter quantos sprays de Primeiros Socorros quiser, em Resident Evil 4 você só pode comprar dois deles, não importa o dinheiro que tenhas. Enquanto em RE5 o valor é de 1.000 pontos; em RE4, o valor desse spray é de 5.000 pontos.
  • 4. Máquina de Escrever para salvar processo: Isso é uma herança das versões antigas de Resident Evil. Aqui no blog já resenhei o Resident Evil 1, e explico sobre isso lá. Porém, diferente das outras versões antigas, o save é infinito. Em Resident Evil 5 e 6, porém, o jogo é salvo automaticamente em cada progresso.
Aqui você usa uma maleta para carregar os itens...

A História básica de Resident Evil 4

A premissa básica em Resident Evil 4 é a missão especial que o agente Leon (que já apareceu em Resident Evil 2) recebeu: salvar a filha do presidente dos Estados Unidos da América, vítima de um sequestro terrorista. Seu nome é  Ashley Graham. Seu paradeiro inicial é uma vila de área rural da Espanha. No meio da jornada, descobre-se que ela está dentro de uma igreja. 

Leon então chega ao local, e é atacado pelos moradores da vila. Além disso, tem um encontro nada agradável com Bitores Mendes, então o prefeito da aldeia. Então sequestrado, Bitores injeta em Leon um novo tipo de vírus, o La Plagas. Os moradores da vila e membros dessa seita também estão infectados com esse novo tipo de vírus. Leon, em seu cativeiro, conhece Luis Serra, um ex-pesquisador da seita. Ele explica sobre o La Plagas, e que também Ashley foi infectada. Depois de conseguir sair do cativeiro, Luis se separa de Leon, encontrando tempos depois. Sua intenção é trazer o antídoto para que ele e Ashley antes que o vírus se desenvolva por completo. Ele até consegue, mais tarde, encontrar o antídoto, mas é morto por Saddler, o líder de uma seita que raptou a filha do presidente justamente para espalhar o vírus pelo mundo. Vasculhando os arquivos de Luis Serra, Leon descobre como se livrar do vírus maldito.

A religião de Saddler, que vive em um castelo medieval luxuoso, é uma seita chamada Los Illuminados. Os membros dessa seita maligna são os inimigos de Leon durante toda sua jornada no game. Ali descobre-se um objetivo muito maior do que salvar apenas a filha do presidente, mas salvar o mundo inteiro!


As mecânicas que Resident Evil 4 apresentou para melhorar a franquia

  • 1. Comando para sair de agarrão de zumbis: Nos antigos, você precisa apertar o botão de ação repetidamente para sair quando um zumbi te agarrava, e mesmo assim, levava dano. A partir de RE4, criaram um sistema onde você pode até evitar o dano apertando os botões mostrados na tela.
  • 2. Quick Time Event: Em algumas situações, você deve apertar uma sequência de botões mostrados na tela em uma fração de segundo para evitar um mal maior. Essa mecânica deu tão certo, que foi adotado nos jogos posteriores.
  • 3. Maior número de munições e mudança na tela do inventário: Enquanto a proposta de Resident 1 ao 3 seria economizar munição, a partir do Resident 4 as coisas mudam de figura. Existe um número muito maior de munição. A tela de inventário também agora pode carregar muitos mais itens, não ficando limitado a usar caixas para guardarem os itens durante sua jornada.
  • 4. A busca por pedaços secretos: Em Resident Evil 4, você atirava em alvos azuis para poder ganhar uma pistola nova grátis. Esse sistema se solidificou em Resident Evil 5 e 6. Assim sendo, em várias partes do jogo você precisará atirar nesses alvos secretos para poder destravar coisas novas no jogo, ou cumprir desafios.
  • 5. Modo Multiplayer: Embora em Resident Evil 4 seja para apenas um jogador, ele mostra um modo multiplayer, já que você controlará duas pessoas em boa parte da jornada (Leon e Ashley). Em algumas poucas partes do jogo, você vai controlar em separado ambos Personagens. Além disso, é possível dar comandos para Ashley para fazer certas coisas.
  • 6. Lugares acessados por Personagens diferentes: Em Resident Evil 4, Ashley deve subir em muros ou plataformas altas graças a ajuda de Leon, para acessar lugares que só ela poderia acessar. Esse sistema continuou em Resident Evil 5 e 6, entre outros jogos.
  • 7. Portas que só abrem quando cada jogador aperta uma alavanca diferente: Durante o Capítulo 5, Leon e Ashley entram em uma porta onde cada um deveria puxar uma alavanca para que pudesse ser aberta. Isso então se tornaria tendência nos próximos jogos cooperativos da franquia.
  • 8. Esconder-se em Caçambas: Isso acontece muito em Resident Evil 6. Em Resident Evil 4, Leon pede várias vezes para Ahsley se esconder dentro de caçambas para não ser atacado pelos inimigos.
  • 9. Mudanças da barra de energia: Enquanto em Resident 1 ao 3 você tinha um sistema cardíaco que muda de cor, a partir do Resident 4 temos realmente uma barra de energia que esvazia quando se toma dano. 
  • 10. Upgrade das armas: Enquanto você só encontra armas nos Resident 1 ao 3, no 4 existe a possibilidade de COMPRA e também upgrade das armas, que vem quando você explora lugares (quebrando caixotes, barris, abrindo baús etc) ou quando mata inimigos, que deixam cair coisas. 
  • 11. Inimigos deixam coisas no chão: Os inimigos, a partir de Resident Evil 4, podem deixar coisas ao morrer, como munição, ou pontos (para compra de novos itens e upgrade das armas).
  • 12. Mudança da câmera: Resident Evil do 1 ao 3 tem mecânica de câmera semelhante ao clássico Alone in the dark. Porém, em RE4 o jogo mudou para uma perspectiva de terceira pessoa, o que acabou sendo um sucesso.


Conclusões finais...

Resident Evil 4 é um jogo que não dá para enjoar, e é capaz de entretê-lo durante muitas horas. Usando a versão Steam, demorei cerca de 17 horas para conseguir zerá-lo. E olha que já cansei de jogar o mesmo pela versão do Playstation 2. Com toda certeza, é um dos grandes nomes da franquia. Mesmo assim, acho que ele não supera o Resident Evil 5.

Se por acaso você pensa em comprar o jogo na Steam, compre! O jogo é sensacional e não envelheceu. A versão HD trouxe melhorias gráficas, além do modo de jogar com mouse. Além disso, depois de zerar a campanha normal, abre-se o The Mercenaries (mini game) e mais dois novos modos campanhas (menores da campanha de Leon), que são: 

Assignment Ada: Você joga com Ada Wong, e precisa encontrar cinco amostras do La Plagas na ilha final da campanha de Leon.

Separate Ways: Mini campanha que você joga com Ada, oferecendo seu lado da história na campanha de Leon. Isso serviu talvez de base para a expansão de Resident Evil 5, bem como o próprio Resident Evil 6, onde existe uma história com diversos lados.

Ou seja, Resident Evil oferece MUITAS horas de diversão a sua disposição. Este é um dos jogos mais clássicos de todos os tempos, e você precisa tê-lo em sua biblioteca Steam. Atualmente, Resident Evil 4 custa R$39,90.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre Nós

Rei dos Games


Rei dos Games é um site destinado a falar tudo sobre videogames (jogos antigos), RPGs de mesa e board games. Além disso, trazemos tutoriais, dicas, cheats de quem realmente experimentou essas mídias, trazendo também boas recomendações.


Rei dos Games é o único blog dedicado a três tipos de jogos diferentes (eletrônicos, de tabuleiro e RPGs). Se você quer conhecer bons jogos para brincar, este é o lugar certo.


Postamos recentemente

recentposts

Aleatório

randomposts